Comentários

(5)
Marcos Martins, Advogado
Marcos Martins
Comentário · há 6 anos
Juiz porte de arma somente com a exibição da "carteirada". É nós advogados que somos ameaços todos os dias, tenta obter um porte de arma!. Que tal os legisladores acordarem e criarem uma lei criando um conselho popular já que somos "DEMOCRACIA", para que casos de abusos de autoridades do Poder Judiciário e MP sejam julgados por populares, ao meu ver é assim que funciona em Países democráticos, pois na minha ótica constitucional os juízes são impedidos de julgarem a si mesmos.
Também a carteira diplomata, ora juiz é julgador, diplomata é representante diplomático do País, duas coisas muito distintas. Só num pais como o Brasil que já tem o comunismo disfarço de democracia no Poder e arreigado de organização criminoso (ladrões do erário público, PETROBRAS e mensalão, é uma verdadeira quadrilha no poder e o STF como Corte Suprema, outra vergonha o tal de foro privilegiado deveria agir juntamente com MPF para precipuamente guardar a CF e fazer cumpri-la, quando manda para cadeira estes já em liberdades outras, jamais ficam presos de fato, como já dizia o jargão popular "CADEIA SÓ PARA POBRE", imagine esses bandidos no poder ficarem presos.
Não está na hora da OAB Federal lutar para que advogados e principalmente criminalistas que são mais expostos, tenham direito á porte de arma exibindo apenas a "CARTEIRA". Ora segundo a
CF somos equiparados a "múnus público", essenciais á justiça, por analogia e equidade temos direitos semelhantes aos magistrados, mormente, porte de arma facilitado nos tempos de hoje onde muda-se um novo vizinho e quando vamos ver é "traficante, rack estelionatário desviando dinheiro de contas bancárias", se cerca de segurança por que tem dinheiro fácil, e passa a ameaçar, controlando tudo como se fosse dono do pedaço que mau chegou, que pais é este que estamos vivendo. E daí, ás autoridades inclusive esses Semi Deuses (não ouso chamá-los de DEUS seria de demais), se formos buscar sua proteção, estamos lascados, pois se debruçam em cima de papeis sem nunca viverem os fatos, e ao final dirão que não prova inequívoca, verossimilhança, e você acaba por ser processado pelo bandido e deste vez, eles lhes condenarão pela tal denunciação caluniosa. Pergunto o que é mais fácil nesse Pais ser um Cidadão honesto, moral, que quer viver corretamente ou bandido que a ninguém respeito e todos parecem que já cedem ante a covardia que cerca nossa sociedade.

Meus amigos a coisa vai piorar cada vez mais e o que os Magistrados perceberem é que eles precisam ter mais poder, absurdamente mais que os já abusados que tem, isso para é visando proteção pessoal deles não é da sociedade não.

Não volta esse País cada vez mais será melhor para quem tem poder (esse legal e paralegal como vem ocorrendo, dinheiro ...) o resto, se virem. É forçar cada vez mais a violência pelas mãos própria, ante a lacuna (omissão) do Estado em proteger seus cidadãos. Afinal, somos brasileiros cada um por si, não americanos onde mexeu com eles terá resposta do Estado.
Marcos Martins, Advogado
Marcos Martins
Comentário · há 6 anos
É o que pensei, ação popular, tamanha o desrespeito á Constituição por aqueles que deveriam primar pela aplicação. Esse corporativismo da magistratura brasileira precisa ter limites. Bastou criar-se tardiamente o CNJ que mexeu muito pouco ainda na mordomia e prerrogativas ademais deles, para vir a reforma do Estatuto da Magistratura oficializando a "carteirada", aquela que vergonhosamente vimos um bastardo de um "juiz, um desembargador Deses", dizer que aquele infeliz descumpridor da lei o Juiz do RJ (caso da agente de trânsito), tem razão. É colega realmente quem julga tais ações os mesmos juízes. Q
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres
Fale agora com Marcos
Rua Alfredo Backer, 341 - Centro - Rio de Janeiro (Estado) - 27910190

Marcos Martins

Rua Alfredo Backer, 341 - Centro - Rio de Janeiro (Estado) - 27910-190

Entrar em contato